VALOR EMPRESARIAL

Avaliar significa apurar ou estimar o valor de determinada coisa, sendo a avaliação um processo essencialmente subjetivo dado que depende de vários fatores, nomeadamente da ótica do avaliador (se este está numa situação de comprador, vendedor ou analista neutro), das características pessoais do avaliador (as suas preferências, valores, interesses, objetivos, motivações, etc.), do contexto económico, social e político em que a avaliação é efetuada (clima de instabilidade, crise, prosperidade, crescimento, etc.), das circunstâncias que promovem a necessidade da avaliação (fusão, reestruturação, liquidação, etc.), seleção e aplicação dos próprios modelos de avaliação (métodos com base no rendimento, património, mercado, etc.) e da definição dos parâmetros dos modelos de avaliação aplicados (em termos de risco, rendibilidade, crescimento esperado, etc.).

O Balanço e a Demonstração de Resultados são os documentos de síntese mais pertinentes e que melhor refletem a situação de uma empresa, sendo sobre estes que incide uma boa parte do esforço de avaliação.

Esta conclusão é compreensível, pois estes documentos refletem a verdadeira situação patrimonial da empresa e a formação dos lucros.

Sendo a informação financeira uma das principais fontes a ter em conta, os gestores devem dar atenção à preparação da informação contabilística, à realização do diagnóstico financeiro e ao uso de técnicas similares que informem acerca da capacidade real do negócio gerar lucros.

Concluindo; a análise financeira ajuda a determinar o valor do património da empresa através do ajustamento dos elementos contabilísticos fornecidos pelas demonstrações financeiras, apurando a situação económico-financeira e o valor económico dos ativos da empresa. Contudo, sabe-se que um dos principais problemas do processo de avaliação prende-se com a noção de valor, tornando-se confusa a avaliação de uma empresa caso não se identifique e caracterize devidamente o tipo de valor que se pretende quantificar.

Por exemplo: qual será o valor atual de uma empresa que, de um momento para o outro, num momento de ansiedade, tal como este que estamos a passar, em que o mundo se encontra do avesso, vê – dia para dia – a sua atividade a estagnar, resultado da pouca procura e da interrupção das cadeias de abastecimento?

Pior: qual é o valor de uma empresa que, apesar dos seus Balanços e Demonstrações Financeira robustos, carece de capacidade de fundo de maneio disponível para enfrentar meses de infortúnio?

Rua Abílio Mendes, 14 – A, 1500 – 458 Lisboa
Tlm: +351 966 272 400
Email: geral@anytime-consulting.pt

INFORMAÇÕES

- MARCAR REUNIÃO

- UTILIZAÇÃO DE COOKIES

- QUEM SOMOS

- CONTACTOS

BUSINESSPOINT

LINKS ÚTEIS

- ORDEM CONTABILISTAS CERTIFICADOS

- ORDEM DOS ECONOMISTAS

- ASSOCIAÇÃO PROFISSIONAL DE FORMADORES

Copyright © 2020 AnyTime Consulting. All Rights Reserved. Feito por 4Leads